RSS

Arquivo da categoria: Belgrado

Belgrado : a capital da night?

Esse post não pode obviamente ter como título a Sérvia, pois só visitei a capital Belgrado. E nem poderia, por não saber como funciona em outras cidades. Mas um coisa é certa : Belgrado pulsa à noite. Depois de 9 horas no trem, chegamos em Belgrado. Logo conseguimos acabar com várias incertezas. Pegamos um mapa da cidade, trocamos dinheiro e compramos nossas passagens de ônibus para Sarajevo no sábado pela manhã.

Chegada aonde mesmo?

Chegada aonde mesmo?

Daí fomos para o Spriti Hostel, que fica no quarto andar de um prédio residencial. Tudo funciona, o quarto e o banheiro são limpíssimos. A recepcionista nos deu todas as dicas possíveis para a noite e para o dia seguinte. Antes mesmo de sairmos, já nos sentíamos experts em Belgrado.

A noite tem basicamente 2 ruas pricipais com mais movimento : uma é chamada de Silicon Valley, por causa das meninas siliconadas que ficam desfilando. E foi por ela que começamos, pois era a mais perto do hostel. São dezenas de bares em uma rua secundária, mas todos eles super chiques, todos com mesas nas calçadas, e como o tempo ainda está bom, todos querem ficar do lado de fora. A maioria tem cozinha internacional, e não era isso que queríamos. É um defile so de carrões, mulheres e homens super bem vestidos. Ai já viu : nós 2 de calças jeans, T-shirts e tênis, e o Khouri ainda saiu com a câmera dele pendurada no pescoço. Não faltava mais nada. Talvez uma camisa florida para cada um. Ou uma melancia pendurada no pescoço.

Bem, de lá fomos para a outra rua, esta com os restaurantes locais. A recepcionista nos tinha indicado o 3 Hats, que é um super restaurante, com vários ambientes, só na varanda cabem mais de 200 pessoas. Tinha umas 3 bandinhas tipo mariachis sérvios, tocando musicas típicas, e aonde eles iam, as pessoas se levantavam e comecavam a dançar. Uma alegria só, parecia uma grande festa, quando na verdade e apenas o estado de espírito deste povo, super festeiro e alegre. Foi contagiante. Isso sem falar na comida, que estava ótima, e pra finalizar, barata. Uma noite perfeita. Voltamos pro hostel umas 11:30, e o movimento ja estava diminuindo.

Quando eu li sobre Belgrado no Lonely Planet, eles só falam bem da noite, e dizem que não tem muitas atrações. Talvez por isso não tínhamos muitas expectativas. E assim saimos pra dar uma volta. Primeiro fomos a Citadela Kalemegdan, que nada mais é do que um grande parque com igrejas ortodoxas, um forte no alto de um morro, de onde se vê o encontro dos rios Danubio e Sava, e tem um vista linda de parte da cidade. Alem disso, tem cafés, restaurantes, quadras esportivas, museus e ate um zoo. Um pouco mal cuidado, é verdade, meio sujo, principalmente comparado com a Eslovênia, onde tudo e irritantemente perfeito.

Kalemegdan Citadel

Kalemegdan Citadel

De lá partimos para a Kneza Mihalja, que é a rua de pedestre principal da cidade. Onde estão todas as grifes internacionais, bancos, restaurantes chiques, e o povo local, claro. Continuamos caminhando, passamos pelo Hotel Moscou, um joia da arquitetura, e 2 igrejas ortodoxas, uma delas imensa, a Catedral de St. Sava. Somando tudo isso, claro que algumas paradas para uns snacks, tomou praticamente o dia todo. E quem disse que não tem nada pra fazer em Belgrado de dia? Foi um dia longo e proveitoso.

Catedral St. Sava

Catedral St. Sava

Pra fechar (nao sei se com chave de ouro ou de outro material), passamos por alguns prédios que foram bombardeados pela ONU quando da guerra do Kosovo. Os sérvios deixaram os prédios do jeito que estavam, como símbolo da agressão sofrida. Claro que não quero nem passar perto do debate sobre quem estava certo ou não, apenas uma triste constatação. Não estou defendendo os sérvios só porque estou aqui e adorei Belgrado. E as imagens falam por si só.

Prédio bambardeado

Prédio bambardeado

Sobre os custos, posso dizer que um brasileiro que hipoteticamente ganhasse uma passagem para Belgrado, e precisasse economizar, poderia viver aqui por um tempo. O custo de vida é bem mais baixo do que na Eslovênia e no resto da zona do Euro.

E afinal a pegunta que não quer calar : Belgrado é a capital da night ou do dia?

Resumo da ópera : a Sérvia e uma incompreendida, já estive em praticamente todos os países em volta dela, e nunca tive muita vontade de vir. Esta visita mostra o quanto eu estava errado ou desinformado.

 
2 Comentários

Publicado por em setembro 27, 2013 em Balcans, Bálcãs, Belgrado, Servia

 

Tags: , ,