RSS

Arquivo da categoria: Genocidio

Sarajevo : um domingo especial

Vale à pena falar sobre a noite de ontem. Primeiro fomos comer outra comida tipica, chamada burek. Trata-se de uma torta enroladinha, tipo folheada, que pode ter como recheio carne, espinafre, batata ou queijo. Os restaurantes fazem em grande quantidade e vendem à quilo. É realmente delicioso. As ruas estavam fervilhando, era sábado à noite e parecia um feriado nacional ou coisa do ramo. Como os bares, restaurantes, cafés e afins ficam todos na mesma área, parecia que uma multidão tinha invadido a cidade velha. Muito movimentado mesmo, desde famílias, grupos de idosos, jovens e até adolescentes, tudo misturado. Claro que cada estabelecimento com sua tribo. O problema é que nós não nos encaixamos em nenhuma dessas tribos (quase que nos enquadramos nos idosos hehe). Por isso, e pela temperatura, que despencou, voltamos pro hostel cedo.

Hoje o tempo continuava bom, vem ameacando chover à uns 3 ou 4 dias, mas só pegamos umas gotas em Belgrado. Agora parece que a coisa vai ficar séria, e hoje à noite entra uma grande chuva nos Bálcãs, e vai até depois de amanhã. Vamos ver. Dessa vez eu trouxe guarda chuvas (uau!!).

Rodamos pela cidade velha, dessa vez parando em cada ponto de interesse, andamos bastante, vimos a famosa Ponte Latina, onde ali perto foi assassinado Franc Ferdinand em 1914, estopim de primeira Guerra Mundial. Andamos por 7 horas, repetimos o cevati de ontem. Vale ressaltar que apesar do país ser majoritariamente muçulmano, todos convivem em paz. Nota-se nas ruas as diferenças entre as religiões, fora os turistas, é claro. Uma harmonia só.

Latin Bridge

Latin Bridge

Monumento às crianças mortas na guerra

Monumento às crianças mortas na guerra

Pra finalizar, quando estávamos com um astral lá pra cima, decidimos ver uma exibição sobre Srebrenica. Pra quem não lembra, Srebrenica é uma cidade da Bósnia e Herzegovina que foi declarada zona neutra em 1994, durante a Guerra da Bósnia. A ONU enviou uma tropa holandesa, que ficou tomando conta da cidade, até que o exército bósnio sérvio (isso mesmo, existia um exército bósnio, formado por sérvios) cercou a cidade por meses, até que em 11 de julho de 1995 (apenas 18 anos atrás) eles invadiram, e por uma semana executaram praticamente todos os muçulmanos que havia. Como era uma zona neutra, havia muitos refugiados de outras cidades, então o massacre foi horrível, posteriormente considerado oficialmente um genocídio. E olha eu de novo participando disso, menos de 2 anos depois de ter visitado o Museu do Genocídio em Ruanda, já estava aqui vendo as coisas mais cruéis que um ser humano (se é que da pra chamar de ser humano) pode fazer. Realmente deprimente.

Mas posso dizer que Sarajevo realmente me tocou, recomendo para aqueles que desejam conhecer um lugar diferente, que certamente não é Europa Europa, pois está longe de atingir os padrões da Europa Ocidental, mas nem por isso deixou de me marcar como um destino especial.

Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em setembro 29, 2013 em Balcans, Bálcãs, Bosnia, Genocidio, Sarajevo

 

Tags: , ,